Você está aqui: Página Inicial / CRA-MS lança campanha de fiscalização para ter no mercado somente profissionais registrados

CRA-MS lança campanha de fiscalização para ter no mercado somente profissionais registrados

por gabriel publicado 03/09/2018 10h20, última modificação 03/09/2018 10h20

Estão anunciadas e as ações começam hoje. Assim disse o diretor de Fiscalização e Registro do Conselho Regional de Administração de Mato Grosso do Sul (CRA-MS), Adm. Márcio Laabs, sobre a campanha para conscientizar bacharéis em administração e empregadores.

[Na foto, os administradores Valdir da Costa Pereira, vice-presidente do CRA-MS, e Márcio Laabs, diretor de Fiscalização e Registro)

De acordo com o diretor, o objetivo é “mostrar ao mercado a importância de termos profissionais de administração devidamente registrados, seja tecnólogo ou administrador. Está na hora de organizarmos o mercado e colocarmos profissionais aptos para prestarem um bom serviço à sociedade”, ressalta Laabs.
A campanha de divulgação será realizada com divulgação de materiais visuais nas redes sociais do CRA-MS, reportagens em sites e na imprensa local, envio de e-mail marketing para as empresas que geram oportunidades de trabalho, ofícios às instituições públicas e privadas, e a grande novidade, que é convidar profissionais que tenham o registro junto ao Conselho para serem os protagonistas da própria divulgação.

“Devemos valorizar a nossa profissão. Vamos mostrar os profissionais nas suas funções e o depoimento de diretores de empresas e instituições comentando a precisão dos trabalhos realizados por esses verdadeiros profissionais registrados no CRA”, diz Márcio Laabs.

Os departamentos de Fiscalização e Registro promoverão a ampla divulgação de duas cartilhas. Uma com detalhes sobre todas as áreas privativas da profissão de administrador/tecnólogo, e a outra cartilha vai popularizar a divulgação das ações de fiscalização. “Na prática queremos implantar uma postura no mercado para contratar profissionais de administração que tenham registro no Conselho. Sempre antes de contratar trabalhadores ou prestadores de serviços, que o contratante possa exigir que o mesmo tenha o registro no CRA, mesmo porque existem várias áreas que são privativas da profissão e de acordo com a legislação vigente, não podem ser ocupadas por outras pessoas, ou bacharéis, o que caracterizaria o exercício ilegal da profissão e há sérias punições para isso”, ressalta o diretor Márcio Laabs, ressaltando que está na hora de unir forças e mudar a realidade.

Mas qual a realidade do mercado?

O diretor do CRA-MS vai direto ao ponto, ao destacar que é inaceitável que uma pessoa que não tenha registro profissional possa estar exercendo as funções privativas da administração. “Vamos mobilizar os quatro cantos de Mato Grosso do Sul. Isso não pode acontecer. Exercer ilegalmente a profissão é crime e quem não tem registro no CRA-MS para atuar nas áreas da administração está cometendo um crime”, diz Márcio Laabs.

Segundo o diretor, alguns exemplos são fáceis de compreender. “Você faria uma consulta médica com um bacharel em medicina que não tem o registro profissional, ou seja, não tem o CRM? Você contrataria um graduado em engenharia mas que não tivesse o CREA? Você contrataria um graduado em arquitetura para construir a sua casa mesmo ele não tendo o registro profissional? E para defender você na justiça, você contrataria um bacharel em direito sem OAB? Então, são reflexões que os empresários, empreendedores, gestores públicos, enfim, todos que pensam em contratar ou atuar nas áreas da administração, precisam fazer. Ter o registro no CRA-MS é obrigatório e nós vamos trabalhar muito para que isso seja cumprido”, desabafa o Adm. Márcio Laabs.

Saiba mais detalhes e em caso de exercício ilegal da profissão, denuncie ao CRA-MS. O site é www.crams.org.br e o telefone é (67) 3316-0300. O e-mail da Fiscalização é fiscalizacao@crams.org.br.
Confira abaixo as áreas privativas dos profissionais de administração (administradores e tecnólogos):

 

Publicações