Você está aqui: Página Inicial / Gestão eficiente da saúde se faz com profissionais de administração registrados, diz administradora de MS

Gestão eficiente da saúde se faz com profissionais de administração registrados, diz administradora de MS

por gabriel publicado 03/08/2018 10h20, última modificação 03/08/2018 11h39

O Conselho Regional de Administração de Mato Grosso do Sul (CRA-MS) está realizando, em Campo Grande, os primeiros módulos do curso Administração em Saúde. Esta é a segunda turma que participa da qualificação de alto nível oferecida pela autarquia com apoio do Conselho Federal de Administração e da Associação Sul-Mato-Grossense de Administradores e Tecnólogos (ASA).

Entre os profissionais que participam da qualificação, está a administradora Marilia Ferreira Monreal. Ela administra um consultório médico e já estava buscando esse aprimoramento profissional. No primeiro dia de aula, Marília conversou com a Assessoria de Comunicação do CRA-MS. “Já estava no meu planejamento investir na minha carreira e o curso é exatamente o que eu buscava, ou seja, uma qualificação específica na minha área de atuação”.

Adm. Meire Pelk, gerente do CRA-MS, representou a diretoria do conselho na aula inaugural do curso ministrado pelo Adm. Ivandro Fonseca

Em relação ao mercado de trabalho para profissionais de administração na saúde, há uma grande necessidade de gestores, tanto na área pública quanto privada. Para a administradora, é preciso compreender quem de fato é o responsável por gerenciar o sistema de saúde, priorizando a qualidade do atendimento e a aplicação correta dos recursos. “Precisamos de uma gestão eficiente no gerenciamento dos convênios, para direcionar os recursos de uma maneira mais correta. Vejo que os profissionais de saúde muitas vezes não são bem remunerados, por exemplo. Do montante que eu pago de plano de saúde e o valor que é repassado para os profissionais, comprova isso que estou dizendo”, ressalta Marília ao citar um dos exemplos da necessidade de gestão na área da saúde, quanto a distribuição correta dos recursos entre usuários, empresas e profissionais.

É notório que a população não detém do conhecimento básico sobre o funcionamento da gestão da saúde, principalmente em relação aos recursos públicos. Para a administradora, “é preciso ampliar esse tipo de informação para o cidadão, que é o responsável por pagar os serviços. Os planos podem investir nessa divulgação, no que compete a sua área, e nós, administradores, ao intervir no trâmite administrativo para a contratação de um procedimento, podemos explicar o funcionamento dentro da nossa atuação, como por exemplo, qual valor é repassado aos profissionais de saúde, custos da gestão, entre outros”.

Em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS), a administradora Marilia Monreal é decisiva ao dizer: “falta gestão. O Brasil arrecada muitos impostos, mas eles não são destinados de maneira correta. Acredito que não faltam recursos. O que é arrecadado não é aplicado da maneira adequada e com planejamento. Não falta dinheiro para a saúde, mas sobram casos de corrupção desviando esses recursos”.

Ao finalizar o bate-papo com o CRA-MS, a administradora deixa sua mensagem para os empresários no ramo da saúde, prefeitos, secretários municipais e outros agentes públicos que ainda não compreenderam a importância de ter bons administradores na equipe gerindo as áreas estratégicas da empresa ou da máquina pública. “É extremamente importante que os profissionais de administração ocupem seu espaço na gestão. Vejo, no dia a dia, o quanto um administrador devidamente registrado faz a diferença em uma clínica médica, no hospital, na unidade de saúde pública, enfim, onde tem administrador, a gestão é diferente, é mais profissional”, ressalta Marilia, concluindo que “gestão eficiente da saúde se faz com profissionais de administradores registrados”.

Conselho atuante na área

A visão da jovem administradora Marilia Ferreira Monreal vai de encontro ao trabalho realizado pela atual gestão do CRA-MS. De acordo com o presidente da autarquia, Adm. Alex Sandre Rodrigo Cazelli, “o Conselho está buscando oferecer qualificações técnicas para que os profissionais possam aproveitar as oportunidades de mercado. Ao mesmo tempo que abrimos vagas para o curso Administração em Saúde, já estamos conscientizando os empregadores da iniciativa privada, agentes públicos e outras lideranças, sobre a importância de ter na equipe profissionais de administração que tenham o registro no CRA. Eles precisam saber que estamos formando profissionais aptos para ocuparem as funções estratégicas na gestão da saúde”, ressalta Rodrigo Cazelli.

Presidente do CRA-MS, Adm. Rodrigo Cazelli

O curso está sendo realizado em Campo Grande, no auditório do CRA-MS e quem ministra as aulas é o administrador e ex-secretário municipal de saúde, Ivandro Fonseca. Mais informações podem ser adquiridas pelo fone (67) 3316-0300 ou secretaria@crams.org.br.

registrado em: ,
Publicações